Página inicial‎ > ‎Artigos‎ > ‎

Lugar e Freguesia da Igreja Nova do Sobral

 
Lugar e Freguesia da Igreja Nova do Sobral
 
 
História

O Boletim da Junta de Província do Ribatejo (1937-1940) refere que, por carta de D. Diogo de Pinheiro, vigário geral do espiritual e do temporal de toda a Ordem de Cristo em Tomar, foi a capela de S. Pedro da Alviobeira apartada da igreja de Santa Maria de Areias da Vila de Pias a 3 de Dezembro de 1502.

Acontece que toda a área da actual freguesia de Igreja Nova fazia então parte da primitiva freguesia de S. Pedro de Alviobeira, de que o lugar do Sobral constituía a povoação mais importante. Tanto assim era que, a partir do ano de 1608, passa a constituir uma freguesia independente, data do mais antigo assento de casamento existente no cartório paroquial. O dito registo relata uma cerimónia efectuada à porta da ermida de Nossa Senhora do Ó ou da Expectação, realizada a 28 de Setembro desse ano.

No entanto, a partir de Março de 1609, tendo-se procedido à construção de um novo templo de invocação ao Espírito Santo, os eventos passaram a realizar-se à porta da igreja nova, daí derivando o nome de Igreja Nova do Sobral atribuído a esta freguesia. Igreja Nova do Sobral pertenceu a Tomar até ao dia 24 de Outubro de 1855, data após a qual seria integrada no concelho de Ferreira do Zêzere.
 

Etimologia

Deriva o nome desta povoação da história associada à fundação da igreja local.
 

Lugares

 

Acervo Natural

Pinho Leal (1873-1882) descreve a freguesia de Igreja Nova do Sobral da seguinte maneira: “Há aqui minas de ferro. É terra fértil”.

Pontos de Vista: Serra de Santa Catarina e Serra do Sobral
 

Património