Página inicial‎ > ‎Artigos‎ > ‎

Capela de São Francisco na Madroeira, Beco

 
 

Ficha Técnica
 
 
Característica Arquitectura Religiosa

Classificação Templos Arruinados
 
Localização Beco
 
 
Especialista Dr.ª Ana Torrejais
 
Morada Freguesia do Beco, Lugar da Madroeira
 
Referência ad_Beco_16
 
Propriedade Bispado de Coimbra
 
Enquadramento A capela de São Francisco da Madroeira localiza-se numa zona rural, perto de terras de aproveitamento agrícola. As paredes do pequeno templo, reconstruído aproximadamente no ano de 1723, encontram-se hoje arruinadas e cobertas pela vegetação.
 
Notícias Históricas De acordo com as Notícias do Doutor Bartolomeu de Macedo Malheiro, de 1726, a capela de São Francisco havia sido trasladada («havera 3 annos») de um monte próximo da Madroeira e reedificada no povoado pelo padre Manuel Ferreira com a ajuda do povo. Por sua vez, um documento de 1672 refere que o templo original já havia sido erigido à custa das ruínas do mosteiro de São Francisco, cuja respectiva fundação se principiara no alto da Serra de S. Paulo, junto à hoje extinta capela de S. Paulo.
 
Descrição Arquitectónica Pelo que foi possível averiguar das ruínas remanescentes do templo de São Francisco, este tratar-se-ia de um pequeno edifício de planta ligeiramente quadrangular e de pé direito pouco elevado. A porta de entrada, de cantaria grosseiramente aplicada, conserva, do lado esquerdo, uma pequena janela quadrada.

Estado de Conservação Grau 1 - Edifício arruinado, parcial ou totalmente desaparecido, que já não mantêm a função cultual.
 

 
Bibliografia
 
BAIÃO; António; Vila e Concelho de Ferreira do Zêzere; Imprensa Nacional; Lisboa; 1918; páginas 231 e 232.

MALHEIRO; Bartolomeu de Macedo; Notícias das Igrejas do Bispado de Coimbra; Academia Real da História Portuguesa; 1726; Fólios 152 a 154